sexta-feira, 20 de março de 2015

Uma carta para mim aos 16

Ei Pri,
você aí, essa adolescente tímida, vergonhosa e que chora por tudo, tenho uma coisa boa pra te dizer: aos 26 um monte disso já vai ter passado. E ó, em dez anos tanta, taaaanta coisa vai acontecer na sua vida que se eu te contar você nem acredita. Rsrsrs
Pra começar, sabe esse drama que você faz por tudo? Desencana, isso vai continuar sendo assim, sinto muito. Mas, pra compensar, você vai se tornar menos tímida, menos medrosa, menos chorona. Aiai Pri, sabe o que você nem nos seus melhores sonhos imagina mas vai acontecer? Você vai mudar de cidade aos 20 e olha só, vai ter que se virar na cidade grande por conta própria, da para acreditar? Pois é menina, como eu disse você ficará menos medrosa. E sabe qual o melhor disso tudo? Isso foi uma decisão sua. Sabe aqueles impulsos que você as vezes tem, de decidir uma coisa, fazer e só depois parar pra pensar? Pois é, foi bem assim. Um dia você acordou e pensou: quer saber, chega de "ficar parada", está na hora de fazer algo dessa vida, vamos começar por uma inscrição no vestibular. E por falar em vestibular, lá vem a maior surpresa, sabe essa sua indecisão entre jornalismo, pedagogia, letras e turismo? Relaxa, não vai ser nada disso. Tenho uma surpresa pra te contar, você vai cursar biblioteconomia, isso mesmo você não leu errado rsrsrs. Mas não se assuste, você vai ser tãão feliz com a sua escolha, que não vai se arrepender por nem um minuto e vai ter maior orgulho em dizer para as pessoas que é bibliotecária. Mas também  não é uma surpresa tão absurda assim, tendo em vista que você seempre amou ler. 
Então, a partir daí você vai viver tanta coisa boa, vai conhecer tanta gente, fazer tantas amizade, conhecer tantas coisas novas, que as vezes você fica se perguntando se essas coisas estão realmente acontecendo com você. Logo você, essa menina "bicho do mato" do interior que acha que nunca vai sair da sua cidadezinha, que nunca vai conhecer "o mundo lá fora". Você que nunca foi nem na cidade vizinha desacompanhada, que odeia fazer as coisas sozinha e gosta de companhia até pra ir na padaria. Você vai aprender que pode se virar sozinha sim, e que o mundo lá fora tem muito mais do que você possa imaginar. Mas olha só, não vou te dizer que vai ser sempre tudo flores e felicidade por que não vai, sinto muito a vida não é um mar de rosas. Algumas vezes vai ser muito difícil e você vai chorar muito, algumas vezes vai doer, algumas vezes você vai sentir vontade de desistir, algumas vezes você vai ter o coração partido, algumas vezes você vai se perguntar por que certas coisas só acontecem com você. Sabe como as coisas costumam ser bem complicadas pra você antes de da certo? Então, isso não vai mudar em nada, tudo vai continuar sendo muito complicado pra você antes de dar certo. Mas, a parte boa é que quando acontecer, você vai saber aproveitar e valorizar cada segundo. Terá momentos que você vai ser tão feliz, que você vai ficar se perguntando se merece tanta felicidade e todas as coisas boas que acontecem, e todas as pessoas que aparecerem na sua vida. Você vai conhecer tantos anjos que Deus vai colocar no seu caminho quando você achar que as coisas não tem mais jeito, desde pessoas que irão te "abrir portas" até pessoas que te dirão palavras que te deem ânimo e força pra continuar. Mas, aos 26, mesmo que as vezes você ache que ta velha, você ainda terá tantos sonhos, tantas coisas que quer realizar. A vezes você vai achar que ainda pode conquistar o que quiser, em outros momentos você vai achar que já conquistou tudo que podia. Contudo saiba, que aqui em 2015 estamos sonhando muito e pensando em formas de realizar todos esses sonhos. Saiba também, que apesar de já terem se passado 10 anos, muito de você continua aqui comigo (um pouco da timidez, o coração mole, o se apegar fácil, o ser emotiva, a falta de paciência, a ansiedade, o se importar com o que os outros vão pensar, o ser magoável, o se importar demais, o sonhar acordada e mais algumas coisinhas) e que apesar de tudo eu tenho muito orgulho da menina que você é, aí em 2005. Se eu pudesse te dizer duas coisas, seriam:1- não deixe de fazer nada do que você fez, entretanto não deixe que o medo te impeça de fazer algumas coisas pois, hoje você tem muito mais arrependimentos de coisas que deixou de fazer do que de coisas que você fez e; 2- estude mais, você vai achar que deveria ter se dedicado mais aos estudos . 

Aproveita bastante, a vida passa muito rápido.  Um beijo!
De: Você aos 26.

Um comentário:

  1. Lindo demais esse texto, essa menina de 16 ainda esta por ai por dentro, e é uma querida que sabe das coisas, o mundo precisa de mais gente como vc, Pri! =***

    ResponderExcluir