sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Assim que posto o texto anterior me deparo com essa imagem e tive que voltar para publicar aqui.
Me identifiquei muuito.



*

Acho incrível essa capacidade que tenho de descobrir algo novo sobre mim o tempo todo.
São coisas que já estavam em mim desde sempre, mas que eu nunca tinha prestado muita atenção antes.
Percebi que tenho uma tendência a protelar as coisas que não quero que terminem. Se estou fazendo algo que esteja gostando, faço mil coisas para não terminar logo. E o fato de saber que estou terminado me causa ansiedade. Ansiosa eu sempre soube que era, então fiquei muito, muito surpresa mesmo ao me descobrir uma proteladora de coisas boas.
Pois bem, descobrir isso, ao perceber que estava utilizando de várias artimanhas  para não terminar de ler um livro. Como por exemplo ler um pouquinho a cada vez. Isso é muito doloroso por que eu ficava na maior curiosidade para saber o que iria acontecer em seguida, mas, quando eu pensava que o livro já estava chegando ao final, eu queria que ele não tivesse fim, e parava de lê-lo por algumas horas.
Mas, por mais que se adie, um dia tudo acaba né? Até mesmo uma leitura, empolgante, fascinante, gostosa e prazerosa, infelizmente.



domingo, 21 de outubro de 2012

Pensem em uma pessoa que quando ouve uma música nova, e gosta, não consegue para de ouvir??
Pois é, ouço tantas e tantas vezes a mesma música, que já fica no "repeat".

Bom, a música da vez se chama "Nosso pequeno castelo" da banda O Teatro Mágico.
O engraçado é que eu já tinha ouvido falar da banda, tentei ouvir algumas músicas, mas não gostei muito. Então, por ironia da vida, ouvi essa música sem saber de quem era. E pronto, não consigo parar de escutar.

Estou, digamos que, apaixonada por ela. Rsrsrrs




"No nosso livro a nossa história é faz de conta ou é faz acontecer?"



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

"Que a vida é mesmo coisa muito frágil, uma bobagem, uma irrelevância.
Diante da eternidade do amor de quem se ama."

Por onde andei - Nando Reis


Curto muito as músicas dele. Aí descubro que ele fará show aqui, na minha cidade, perto da minha humilde residência, e eu meus caros, esta pobre pessoa que vos escreve, não poderá ir.  This is my life.