quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Às vezes eu penso que confiança em si mesmo deveria ser vendida. Talvez em uma farmácia, ou supermercado, ou quem sabe até nas lojinhas das esquinas. Pois, por mais que acredite que a possui, são nos momentos em que mais se precisa que se percebe que ela nunca esteve lá. E conquistá-la exige muito   esforço, e é um trabalho feito aos poucos, dia após dia.
Então né, me deixa começar o trabalho a partir de hoje.

Um comentário:

  1. Se confiança é uma coisa que eu também não tenho, me apoio na coragem. E lá vou eu, com minha cara de pau, sóp ra ver no que vai dar

    =**

    ResponderExcluir