sábado, 29 de dezembro de 2012

Para 2013 a minha palavra de ordem é CORAGEM.

Coragem para cortar meu cabelo.
Coragem para fazer a minha tatuagem.
Coragem para falar em público ( quero ser a juramentista da turma na minha formatura.)
E, coragem para fazer tantas outras coisas que o medo me impede.


domingo, 23 de dezembro de 2012

A Soraia do Bibliotecária escandalosa me indicou para participar de um Meme de Natal.
Então lá vai:

1. Qual o filme com o tema natalino é o seu favorito?

Eu gosto muito de filmes natalinos, não consigo me lembrar de um que goste mais.

2. Qual é a sua cor favorita de Natal?

Vermelho.

3. Você gosta de ficar de pijama ou vestir-se para o Natal?

Eu gosto de me vestir, para confraternizar com a minha família.

4. Se você pudesse comprar apenas um presente para uma única pessoa nesse natal, quem seria?

Ahh... Pergunta difícil.

5. Você é de abrir o seu presente à noite (na véspera do Natal) ou na manhã do Natal?

Se eu ganhar algum, abro logo. A curiosidade não me deixa esperar. Rsrsrs

6. Você já construiu uma casa de pão de gengibre?

Vou parecer de outro planeta se disser que nem sabia que isso existia?? Pois é, eu não sabia. Rsrs
Então a resposta é não, nunca construir.

7. O que você gosta de fazer em seu feriado de Natal?

Gosto de ficar em casa, tanquila com a família.

8. Algum desejo de Natal?

Desejo que todos tenham um feliz Natal. E que essa bondade que invade as pessoas nesse período permaneça durante todos os dias do próximo ano.

9. Cheiro de Natal Favorito?

Cheiro de panetone. Amoooo !!

10. Prefere a ceia de Natal ou os doces e sobremesas?

Eu gosto de tudo.



É isso gente. Eu teria que indicar 10 blogs para participarem, mas deixo em aberto. Quem quiser pode participar, e deixa o link da postagem para eu conferir. 

Beeijos *-* 

sábado, 15 de dezembro de 2012

Era uma vez, muitos anos depois.



"- Preciso falar com quem para te ver?
- Como assim?
- O que tenho que fazer para te reencontrar? 
- É só entrar em contato comigo, então a gente combina.
- Quero te ver de perto e te dar um abraço.
-...
- Você deve estar tão linda quanto no passado.
- Ah, não mudei muito. Então não estou tão linda quanto você acha. Sua lembrança deve estar te traindo.
- Não, pelo contrário.
-...
- Eu era apaixonado por você, e você sabia disso.
- Lembro que você gostava de mim. Mas, apaixonado? Éramos tão... novos.
- Ahh, então você lembra. Sempre que vejo sua foto lembro automaticamente.
- Isso faz tanto tempo.
- Faz. Mas, não costumo me esquecer das pessoas pelas quais me apaixonei.
-...
- Você nem ligava para mim.
- Você não pode me julgar por isso, e além do mais eu era só uma menina.
- Não estou te julgando. Você sempre me interpretou mal.
- Eu? Eu nunca te interpretei mal. Eu sabia que você gostava de mim, só nunca disse nada a respeito.
- Por quê? Posso saber?
- Porque o que?
- Por que você nunca comentou nada. Fale.
- Não tinha o que comentar. O que você queria que eu falasse? "

A internet cai, ele fica off e o restante do diálogo fica por conta da imaginação.


sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Existem pessoas que conhecemos durante toda a nossa vida e, ainda assim, são como estranhos para nós. Esses são meros conhecidos de toda uma vida.
E, existem pessoas que conhecemos a não mais que alguns anos e, mesmo assim, é como se fizessem parte da nossa vida desde sempre. São mais que conhecidos, apesar do pouco tempo de convivência. Fazem, inteiramente, parte da nossa vida.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Estou muito musical esses dias :)



"Tem dias que a gente olha pra si
E se pergunta se é mesmo isso aí
Que a gente achou que ia ser
Quando a gente crescer."

“Por isso eu quero mais, não dá pra ser depois.”

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Todo mundo conhece o amor
Todo mundo segura o amor
Todo mundo abraça o amor
Todo mundo sente o amor
Todo mundo rouba o amor
Todo mundo se cura com o amor

Apenas deixa o amor, o amor, o amor começar.

Achei o vídeo uma fofura.

domingo, 9 de dezembro de 2012

"E existem pessoas tão lindas.
 Pessoas que a gente percebe de longe o carinho sincero e a delicadeza que dá para sentir na alma. 
Essas coisas bonitas não tem explicação." 
[ Taci Goes ]
Frase encontrada aqui!



Graças a Deus eu conheço algumas pessoas assim. 
 Pessoas que me fazem sentir querida, mesmo quando eu me sinto um nada.
Pessoas que me fazem querer rir o tempo todo e que me fazem sentir bem.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

É torturante ficar imaginando o que teria acontecido se você tivesse feito as coisas diferentes. Se tivesse tomado outra decisão. Se tivesse ouvido aquele conselho. Se não tivesse ido a tal lugar. Se tivesse escolhido o outro caminho naquela encruzilhada. Como as coisas seriam agora? Onde você estaria? Quais recordações teria? Que tipo de pessoa seria se tivesse tomado decisões diferentes? Essas são as piores dúvidas, pois nunca poderão ser respondidas. A menos que se tenha uma bola de cristal.
Então, não adianta ficar se torturando tentando imaginar como poderia ter sido. O que passou, passou. A vida não para enquanto a sua cabeça fica lá atrás, ela segue. SEMPRE !!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012


"Aquilo que dá no coração
E nos joga nessa sinuca
Que faz perder o ar e a razão
E arrepia o pêlo da nuca
Aquilo reage em cadeia
Incendeia o corpo inteiro
Faísca, risca, trisca, arrodeia
Dispara o rito certeiro

Avassalador
Chega sem avisar
Toma de assalto, atropela
Vela de incendiar
Arrebatador
Vem de qualquer lugar
Chega, nem pede licença
Avança sem ponderar."



Avassalador: Que ou o que avassala; dominador.
Um amor avassalador, desses que abala as estruturas sabe??
Seria bom ter por aqui.




 

sábado, 1 de dezembro de 2012

sexta-feira, 30 de novembro de 2012


Aquela velha arte de lembrar-se o que gostaria de esquecer, e esquecer-se do que gostaria de lembrar.
 
Era vinte e nove de novembro e, como nos últimos oito anos, ela despertou com aquela tão conhecida sensação de que era um dia especial. E, como sempre, não demorou muito para lembrar o motivo, era o dia do aniversário dele. Revirando os olhos, não pôde deixar de se perguntar por que, em nome de Deus, tinha que se lembrar desta bendita data depois de tanto tempo. Tantas coisas dignas de serem lembradas aconteceram nesses oito anos e ela lembrava, como se tivesse um despertador para recordá-la, daquilo que ela sempre lutou para esquecer. Já não o amava mais e não mantinham contato a muito tempo, então não havia motivo para tal recordação. Era como se a lembrança surgisse a fim de recomendar que não esquecesse aquele sentimento, apesar de tê-la feito sofrer. Sendo uma boa menina, tratou logo de fazer uma prece, pedindo a Deus que o protegesse, e desejando, mentalmente, todas aquelas coisas que se costuma desejar para os aniversariantes. Pronto, cumprido o "ritual" de todo o ano, levantou-se para mais um dia, que percorreu normalmente, a não ser pelas lembranças que insistiram em invadir a sua mente a todo o momento.
 
Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead.
 

Para ler ouvindo "Someone Like You"

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

*

Você começa a achar que é realmente o fim do mundo, quando ouve sua prima de 12 anos dizer que vai morrer porque o namorado vai mudar de cidade.
o.O

*

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

 
"Você já reparou como é curioso um laço…Uma fita dando voltas? Se enrosca… Mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço."
                                            [ Maria Beatriz Marinho dos Anjos]
 
 
 
 
Vontade de abraço!
 
 
 


terça-feira, 27 de novembro de 2012

(...) pergunto-me como já fiz tantas vezes, por que guardo tantos livros que sei que não lerei novamente. Digo a mim mesmo que, sempre que me dezfaço de um livro, descubro dias depois que era exatamente aquele que estava procurando. Digo a mim mesmo que não existem livros ( ou poucos, muito poucos) em que eu não tenha achado alguma coisa que me interessasse. Digo a mim mesmo que os trouxe para dentro de casa por algum motivo e que esse motivo pode surgir novamente no futuro. Invoco desculpas: meticulosidade, raridade, uma vaga erudição. Mas, sei que a razão principal de me apegar a esse tesouro sempre crescente é uma espécie de ganância voluptuosa. Adoro olhar para minhas prateleiras lotadas, cheias de nomes mais ou menos familiares. Delicio-me ao saber que estou cercado por uma espécie de inventário da minha vida, com indicações do meu futuro. Gosto de descobrir, em volumes quase esquecidos, traços do leitor que já fui - rabiscos, passagens de ônibus, pedaços de papel com nomes e números misteriosos, às vezes uma data e um local na guarda do livro, levando-me de volta a um certo café, a um quarto de hotal distante, a um verão longínquo.(...) A posse desses livros tornou-se fundamental para mim, porque agora sinto ciúme do passado. [ Uma história da leitura, p. 269 e 270]

domingo, 25 de novembro de 2012

" Um amor verdadeiro que ninguém pode pegar, do tamanho do céu, do tamanho do mar, é bonito e quem viver verá. Amar é bom quando a gente ama agente se respeita. Amar é bom se a gente se gosta tudo se endireita. Amar é bom, bom, bom. Amar é amar, amar, amar. Um amor." [Jauperi - Amar é bom]

P.S.: Estou o dia todo com essa música na boca.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012


"Dos ninhos que a vida me fez, vou desamarrar todos os nós. Só quero laços."
[ Dulce Miller]

sábado, 17 de novembro de 2012

*


Ler, ouvir música e dormir. Gosto muito.
E, uma tarte inteirinha dividida entre as três coisas é pouco.
Eu sempre quero muito mais.


*

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

"Ame-se muito. Você vai ter que passar o resto da sua vida na sua companhia, então é melhor começar a resolver quaisquer problemas que tenha com a sua pessoa."


"Entre o azul do céu
E o verde do mar
Tanta coisa ainda.."

terça-feira, 13 de novembro de 2012

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Porque eu sou o tipo de pessoa que acredita em pessoas, 
sentimentos verdadeiros e em sorrisos bem dados. 
Sou o tipo de pessoa que acredita que a gentileza abre portas, 
que o abraço cura, que mãos entrelaçadas esquentam. 
Sou aquela que não foge da chuva, que não se importa de errar a rua, 
que senta debaixo de um céu estrelado só para admirar a lua...
 [ Michelle Trevisani]

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Então que tenho vontade de fazer uma tatuagem, mas morro, repito MORRO, de medo da dor.
Bem, é que eu sou o tipo de pessoa de senti dor só em pensar que vai doer.
Então, basicamente por esse motivo, a minha tatuagem ainda não saiu.
Já tinha até decidido o local (pé) e a tatuagem, que até ontem seria uma frase.
Mas, mudei de ideia. Ontem, pensando mil coisas antes de dormir me veio um lampejo, por que não tatuar um livro. Bem, eu AMO livros e isso não é nenhuma novidade. Então pq não?? 
Já andei até procurando umas imagens no tão prestativo Google, rsrsrs.

Claro que ainda tenho que desenvolver a ideia, pode ser que o desenho mude, mas a ideia do livro permanece. Acredito ser mais a minha cara do que uma frase. =D

Então, até agora os desenhos são esses: 


ou

Imagens do Google


Eu gostei da ideia do óculos sobre o livro, já que uso. 
Então é isso, estou aqui aguardando a coragem bater na minha porta para que eu possa correr para um tatuador.




" Às vezes me pergunto se existe algo de errado comigo. Talvez eu gaste muito tempo na companhia de meus heróis românticos literários, e consequentemente minhas ideias e expectativas são extremamente altas." — 50 Tons de Cinza

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Assim que posto o texto anterior me deparo com essa imagem e tive que voltar para publicar aqui.
Me identifiquei muuito.



*

Acho incrível essa capacidade que tenho de descobrir algo novo sobre mim o tempo todo.
São coisas que já estavam em mim desde sempre, mas que eu nunca tinha prestado muita atenção antes.
Percebi que tenho uma tendência a protelar as coisas que não quero que terminem. Se estou fazendo algo que esteja gostando, faço mil coisas para não terminar logo. E o fato de saber que estou terminado me causa ansiedade. Ansiosa eu sempre soube que era, então fiquei muito, muito surpresa mesmo ao me descobrir uma proteladora de coisas boas.
Pois bem, descobrir isso, ao perceber que estava utilizando de várias artimanhas  para não terminar de ler um livro. Como por exemplo ler um pouquinho a cada vez. Isso é muito doloroso por que eu ficava na maior curiosidade para saber o que iria acontecer em seguida, mas, quando eu pensava que o livro já estava chegando ao final, eu queria que ele não tivesse fim, e parava de lê-lo por algumas horas.
Mas, por mais que se adie, um dia tudo acaba né? Até mesmo uma leitura, empolgante, fascinante, gostosa e prazerosa, infelizmente.



domingo, 21 de outubro de 2012

Pensem em uma pessoa que quando ouve uma música nova, e gosta, não consegue para de ouvir??
Pois é, ouço tantas e tantas vezes a mesma música, que já fica no "repeat".

Bom, a música da vez se chama "Nosso pequeno castelo" da banda O Teatro Mágico.
O engraçado é que eu já tinha ouvido falar da banda, tentei ouvir algumas músicas, mas não gostei muito. Então, por ironia da vida, ouvi essa música sem saber de quem era. E pronto, não consigo parar de escutar.

Estou, digamos que, apaixonada por ela. Rsrsrrs




"No nosso livro a nossa história é faz de conta ou é faz acontecer?"



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

"Que a vida é mesmo coisa muito frágil, uma bobagem, uma irrelevância.
Diante da eternidade do amor de quem se ama."

Por onde andei - Nando Reis


Curto muito as músicas dele. Aí descubro que ele fará show aqui, na minha cidade, perto da minha humilde residência, e eu meus caros, esta pobre pessoa que vos escreve, não poderá ir.  This is my life.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012


Dia desses, antes de dormir, estava pensando nas coisas da vida.
Coisas que passaram, oportunidades que agarrei com unhas e dentes, e outras que deixei passar.
Lembrei-me de um poema, que na minha adolescência não saia da minha mente.
Tinha ele escrito em cadernos, agendas, livros...
Fiquei surpresa ao perceber que até hoje lembro de todo o poema, deve ser por ter marcado  uma época da vida, que recordo com muito carinho.

E então, segue o poema.

             Só tu!

Dos lábios que me beijaram,
Dos braços que me abraçaram
Já não me lembro, nem sei...
São tantos as que me amaram!
São tantos as que eu amei!
 
Mas tu - que rude contraste! 
Tu, que jamais me beijaste,
Tu, que jamais abracei,
Só tu, nesta alma, ficaste,
De todos as que eu amei.
[Paulo Setúbal]

Depois de todas essas recordações, eu nos proponho que, mentalmente, levantemos uma taça e façamos um brinde. Um brinde as oportunidades aproveitadas, as boas lembranças, aos primeiros amores. Enfim, um brinde a vida.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Como é possível que ainda existam pessoas que não acreditam em amizade entre homem e mulher ??
Existe viu gente, e é bem comum se querem saber.





segunda-feira, 3 de setembro de 2012

sexta-feira, 3 de agosto de 2012


"Eu, do fundo do meu coração, tenho um orgulho absurdo de ser quem eu sou. Não vou dizer que é fácil, e que nunca deu vontade de desistir, mas vale muito mais a pena continuar."
[Autor desconhecido]



"- Não faça promessas que você não vai cumprir."
"-Ahh, essas são as melhores."
[ Spider-Man]


Eu recomendo =D