sexta-feira, 9 de junho de 2017

Antes dos 30

Então que a pessoa aqui está quase saindo da casa dos 20 (JESUS ME ACODE), e ando pensando muito nisso. Sim, eu sei ainda falta um ano e meio. Mas, eu já penso nisso e muito.
Uma das coisas que mais penso é no quanto que eu tenho a sensação de não ter feito muitas coisas nesses quase 30 anos de vida.
Daí que dia desses (ano passado na verdade) a Isadora, do blog "e agora, Isadora?", (que tem a mesma idade que eu), fez um post sobre 30 antes dos 30, que resumindo é uma listinha de 30 coisas que ela pretende fazer antes de completar 30 anos. Então eu pensei, "ahh por que não fazer uma listinha também néann?", acho que vai ser legal para ajudar nessa sensação de que não tenho feito nada da vida rsrsrs.
Buut, me conhecendo do jeito que me conheço (e óh, ninguém me conhece melhor do que eu hahaha), vai ser quase impossível listar 30 coisas, sou péssima de listar coisas.
Assim sendo, segue uma humilde lista de coisas que pretendo fazer antes dos 30. Já sabendo que pode ser que eu não faça coisa nenhuma por que né, as resoluções estão aí para não serem cumpridas.  (A medida que eu for lembrando das coisas vou acrescentando. Como disse sou péssima de listas).

1 - Começar a malhar. Simplesmente por que essa vida de sedentária não está dando mais e chega de prometer que mês que vem eu me matriculo na academia e esse mês que vem nunca chegar. Sem contar que li por aí que o metabolismo fica muuuito mais lento depois dos 30.

2 - Tentar a seleção do Mestrado. Mesmo sabendo que não é pra mim, vamos tentar né vai que a Santa ajuda.

3- Conhecer mais o Brasil. Então, eu e uma amiga temos uma listinha (que não é bem uma listinha tendo em vista que não anotamos e sempre esquecemos os itens que já colocamos nela) de lugares que iremos conhecer. Antes dos 30, que pelo menos 2 destinos sejam riscados dessa nossa listinha-que-não-é-bem-uma-listinha.

4- Fazer uma Tatuagem. Por que Senhor, eu quero taaaaaaanto mas, sempre desisto por causa da dor. Preciso perder o medo da dor.

5- Sair mais de casa. Eu virei aquela pessoa que hiberna todo o final de semana e não sai pra lugar nenhum, sabe? Chega né, sair da toca também é legal.

6- Economizar. Queremos ter uma casinha só nossa, linda, só nossa, cheirosa, aconchegante e só nossa? Queremos. Então, tem que economizar, minha filha.

7- Ler mais. Por que eu sempre fui muito leitora, desde que aprendi a ler mas, não sei bem o por que perdi o costume e tenho alguns livrinhos não lidos na minha estante. Então antes dos 30 quero ler todos os que lá estão.

8- Deixar de beber refrigerante. Eu já tentei parar algumas vezes, todas as vezes foram falhas. Antes dos 30 quero parar de vez.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

No repeat



Artista: Supercombo
Música: Piloto Automático




"Eu nunca fiz questão de existir
Não queria incomodar
Um dia eu acho um jeito de aparecer
E você notar"

terça-feira, 9 de maio de 2017

Repost [2]


*


Medo. É isso que tem povoado minha mente nos últimos dias. Durmo, acordo e essa sensação não sai. E o medo vem acompanhado de pensamentos ruins e lágrimas, muitas lágrimas. Quase não tenho sabido o que é passar um único dia sem chorar. O pensamento positivo surge as vezes só pra lembrar de que ele também existe. E nesses poucos momentos, rio com o pensamento de que depois vou perceber que tudo não passou de mais de um dos meus dramas. Minutos depois isso passa e o medo volta a imperar. Ta difícil, muito difícil. Repetir pra quem pergunta que estou bem quando na verdade o mundo ta desabando por dentro ta cada vez mais complicado. Ta doendo não poder externar os medos, ficar com tudo guardadinho aqui dentro. Quem se preocupa com meus medos? Pra todos pode ser apenas mais um dos meus dramas, e pode ser mesmo e eu espero que seja mesmo. Mas, agora não é drama, é medo de verdade. 




Escrito em 14/05/2015 - Mas poderia ter sido hoje.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Repost


*

Eu sempre acho difícil começar um texto. Mas, esse está sendo especialmente difícil. Já lembro quantas vezes abri a página pensei, repensei e pensei de novo, em como colocar em palavras o que estou pensando.
Tudo isso para falar sobre amor. Mas não o amor em si, e sim em como ele surge, qual o momento exato em que o percebemos? Qual o segundo exato em que o balde do gostar e do carinho transbordam e se transformam em amor??  Por que em algum segundo isso deve acontecer, em algum segundo algo no universo deve mudar de lugar e então o amor surge. Porque a partir desse momento todas as outras palavras não são suficientes para descrever o que sentimos, a partir desse momento fica extremamente difícil expressar o que se passa dentro de nós. E tudo que queremos é estar com o outro, é que o outro seja feliz. E não tem explicação, e tentar entender é um erro. Como isso é possível?? Está tudo bem, você gosta da outra pessoa, tem um carinho por ela, vocês de dão bem e depois você percebe que quer essa pessoa em sua vida para sempre, porque a simples ideia de não ver mais, não se falarem, não saber como esta passando e o que tem vivido é insuportável. E depois de um tempo você se acostuma com o sentimento e não sabe explicar como era antes do balde transbordar, porque o amor quando surge não é como se fosse algo de fora que se encaixou em você. O amor quando surge, se incorpora a você e é como se estivesse ali desde sempre.

Alguém se habilita a responder??


Postado originalmente em 13/04/2012